quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Arranque | CG Cross Training | Snatch

A arranque é uma modalidade do levantamento de peso mais complexa, pois eleva a barra acima da cabeça em um movimento. Esse movimento é multiarticular o que quer dizer que trabalha todas as articulações e músculos. Excelente para ganhar força e potência.
Executar o exercício em 2 posições consecutivamente. As posições da ordem pode ser alterada, dependendo das necessidades do atleta e os objetivos de treino. O mais comum seria sair do chão e parar na posição do meio. 
Veja o vídeo da execução sem parada. 


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

CG Cross Training | Fortalecendo o Abdomen

O treino de hoje começa com um fortalecimento da região central do corpo (abdômen), onde se localiza o centro de gravidade. Assim alcançamos maior equilíbrio em nossos movimentos. além de proteger a região lombar de possíveis dores. Lembrando que não basta apenas fortalecer o abdômen mas também os eretores da espinha e latíssimo do dorso (lombar) para um bom equilíbrio muscular.



WOD (Por tempo)

12 Box Jump
9 Squat Over head
6 Pull up

5 Rounds




terça-feira, 17 de setembro de 2013

Treinamento de Impulsão | CG Cross Training | Pliometria e MB

Hoje envio uma sugestão de treino de impulsão de médio impacto. A barreira para saltar tem 40cm e 60 cm e pode ser feita com garrafas pet de 600ml e 2L, arame e varetas de bambu para delimitar a altura.
Importante aliar ao planejamento exercícios de sobrecarga para fortalecer abdômen, lombar, quadríceps e bíceps femoral (coxa) e panturrilha. Assim evita-se lesões nas articulações.

Venha treinar conosco aqui no guará. Planos Especiais para equipes esportivas e grupos.


Entre em contato: 

61 8506.2794 (OI)
pca.gms@gmail.com

domingo, 15 de setembro de 2013

Defesa no Basquete| Princípios da Defesa Pressão


Alguns princípios defensivos devem ser enfatizados para uma defesa pressão efetiva, assim como preparar a equipe para render como um bloco defensivo.

Princípios basicos para montar um bloco defensivo:
  • Estar com um excelente condição física;
  • Concentração!
  • Falar um com o outro na defesa;
  • Esteja pronto para jogar, não precisa ficar pronto para jogar;
  • Pressione a bola. Isto impedirá a visão perfeita de quem estiver com a bola;
  • Impedir a infiltração pelo fundo da quadra e principalmente pelo meio;
  • Ir para a ajuda quando a bola for no poste baixo ou alto;
  • Ajudar, cobrir, rotacional e recuperar;
  • Parar o ataque quando houver a reversão de bola;
  • Forçar a bola para fora do perímetro;
  • Mover quando a bola mover;
  • Jogar agressivamente e com entusiasmo;
  • Não permitir o ataque jogar em linha reta;
  • Impedir movimentos para a cesta;
  • Olhar para a bola e o jogador respectivo do ataque.

Defesa Individual no Basquete | Mantenha Pressão na Bola

O sucesso em campeonatos de basquete é baseada em uma equipe que sabe trabalhar defensivamente. Gostamos de enfatizar aos jogadores alguns pontos importantes a respeito da defesa individual. A defesa do homem da bola, que chamamos de pressão na bola, é um ponto crucial para o sucesso defensivo. Quando a defesa nessa situação não permite o corte do atacante, não há necessidade de todo o sistema defensivo agir, assim preservando as estratégias da defesa.
Dicas importantes para o sucesso defensivo:
  • Mantenha-se baixo (base de marcação);
  • Mantenha-se equilibrado, com os pés no chão e ombros paralelos ao atacante;
  • Mova os pés e deslize;
  • Pressionar e conter a bola;
  • Detectar e controlar os movimentos do armador. O pé esquerdo na frente força a driblar para esquerda assim como o pé direito força o drible para esquerda;
  • Mantenha os braços ativos sem alcançar a bola - não tentar roubar a bola todo momento garante um jogo sem faltas desnecessárias;
  • Mantenha a cabeça em pé;
  • Feche o corte para o meio da quadra;
  • Comunique se com os jogadores do seu time.

Fonte:
WOOTTEN, Morgan. Coaching Basketball Successfully. Human Kinetics. 2 Ed. 2003



Ataque no Basquetebol | 18 Dicas Fundamentais vs Defesa Individual

A aquisição de um sistema ofensivo eficiente no basquete é importante para que organize o ataque. No entanto o refinamento das qualidades de um ataque é que suas unidades estejam pensando e fazendo um padrão de movimentos conhecidos e adquiridos ao longo da etapa de preparação. 
As dicas abaixo darão ao ataque maior consistência e entendimento entre os companheiros de equipe.

1. Manter um bom espaçamento, usando o arco de três pontos para ajudar;
2. Ler a defesa;
3. Lembrar que quem faz o corta-luz é muitas vezes boa oportunidade de passe;
4. Passar e movimentar, não ficar parado;
5. Reversão de bola - aproveitar mudanças na defesa;
6. Servir o poste baixo, abaixo da extensão do lance livre;
7. Não jogar rápido - deixar o jogo fluir;
8. Seja receptores agressivos - vá até a bola;
9. Use V-cortes para conseguir abrir;
10. Pegar, virar, encarar a cesta - ser uma ameaça;
11. Comunicar em cortes de backdoor e corta-luz;
12. Drible com um propósito: para atacar o cesto, para sair do problema, para melhorar um ângulo de passe ou para avançar na transição ofensiva;
13. Passar do lado de fora da defesa;
14. Mover-se com um propósito;
15. Esteja preparado para fazer ou receber um corta-luz - leia seus companheiros de equipe;
16. Seja paciente na função de fazer corta-luz, cortar e  passar;
17. Quando passar espere que o corta-luz se efetive completamente - deixe as possibilidades desenvolverem;
18. Colocar a bola em tríplice ameaça.

Fonte:
WOOTTEN, Morgan. Coaching Basketball Successfully. Human Kinetics. 2 Ed. 2003

Saber Basquetebol | Desenvolvendo Ataque Rápido

O Contra-ataque é a primeira opção em qualquer ataque e qualquer hora durante o jogo de basquetebol. Hoje vamos colocar algumas orientações a respeito do que fazer e do que não fazer durante um contra-ataque. A partir da exposição das orientações o conjunto de pessoas que participam da equipe tem uma visão melhor do que esta acontecendo e do que precisa vir melhorando. 

A execução do contra-ataque no basquetebol é a chave para uma rápida e bem-sucedida descida ao ataque. Aqui estão alguns pontos importantes para vir aprendendo a respeito da execução do contra-ataque:

O que fazer:

1. Olhar para frente e veja toda a quadra;
2. Passar a bola para o jogador que estiver a frente e aberto (até que alguém tenha a oportunidade para fazer a cesta);
3. Acelerar em direção a cesta (Corra mesmo!);
4. Jogar sob controle;
5. Deixar o jogo fluir;
6. Ler os números, ir onde você estiver em vantagem;
7. Fazer a defesa jogar para você;
8. Ficar aberto e preencher os corredores;
9. Fazer um jogo fácil;
10. Quando a bola vier para o meio, parar no lance livre e jogar;
11. Usar o passe de peito para o contra-ataque (quando na presença de defesa no garrafão, utilizar o passe quicado)
12. Como último jogador do trailer , parar no meio da quadra para fazer o balanço defensivo;
13. Seja um bom receptor;
14. Comunique-se!

Não fazer:

1. Tenha sua opinião formada sobre o que você quer fazer;
2. Ultrapassar;
3. Pular para passar;
4. Passar para o jogador em apuros;
5. Dar passos de gigante.

Fonte:
WOOTTEN, Morgan. Coaching Basketball Successfully. Human Kinetics. 2 Ed. 2003

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Basquetebol | Como construir o contra-ataque

O artigo trás algumas diretrizes construída por grandes autores do basquetebol a respeito da construção do contra-ataque. Esse modelo poderá nortear o trabalho, assim como norteou o meu em busca de uma orientação adequada aos jogadores. 

Primeiramente precisa de um planejamento do trabalho. Responder as perguntas: O que fazer? Como fazer? Quando fazer? Por que fazer? Começa a orientar o caminho que vai se seguir. A seguir coloco os tópicos importantes para o desenvolvimento do contra-ataque e um exercício muito bom e dinâmico de situações de contra-ataque.

Como Construir o Contra-ataque?
  1. Desenvolver um preparo físico de excelência. O exercício de agilidade (Suicídio) é muito bom, Abdominais; apoio; extensão do quadril.
  2. Desenvolver o sistema defensivo agressivo (no sentido de pressão na bola e linha do passe);
  3. Garantir rebotes defensivos e primeiros passes eficientes;
  4. Definir o padrão de transição primaria que deseja, definindo a quantidade de corredores na quadra e quem corre por eles;
  5. Desenvolver a visão do ataque para detectar a superioridade numérica em relação a defesa;
No vídeo abaixo, um exercício chamado Nuggets que trabalha todas as situações de contra-ataque em questão de números de jogadores.

Basquete Universitário | Liga de Desporto Universitário | UnB x UNIVERSO-RJ

A Liga de Desporto Universitário - LDU é organizado pela Confederação de Brasileira de Desporto Universitário-CBDU e dividi-se em duas etapas - Etapa Regional e Etapa Nacional. Existem duas regiões na Etapa Regional composta pelos representantes do Sul, Sudeste e Centro-Oeste e a outra região Norte e Nordeste.
No ano de 2013 a etapa regional do Sul, sudeste e Centro-Oeste foi realizada em Volta Redonda-RJ. A equipe da UnB conseguiu a classificação para a Etapa Nacional com muita garra e determinação, pois o nível técnico estava altíssimo. O diferencial foi a defesa com média de 49,5 pontos por jogo.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Basquete | Treinamento de Coordenação de pés/mãos

O treinamento de coordenação necessita de implementos simples como a escada de coordenação; bolas de tênis e criatividade, podendo ser feita riscada no chão ou com fita. Tem o objetivo de desenvolver a coordenação de corrida e entre os membros superiores e inferiores, além de ser a base da potencia de membros inferiores dos jogadores.
O footwork na escada também ajuda na construção da base do treinamento de pliometria de alto impacto, pois prepara todo o sistema músculo tendinoso e sistema nervoso para aguentar a alta intensidade. Com simples implemento o preparador físico consegue trabalhar vários aspectos do atleta, como: atenção, concentração, coordenação, velocidade etc). Aspecto importante no treinamento de jogadores de basquete visando um desenvolvimento mais fino do atleta. O vídeo a seguir é o treinamento físico da equipe feminina de Sorocaba-SP. Aproveitem o conteúdo riquíssimo. 



Basquete | Campeonato Adulto de Brasília | UnB x Phoenix

O Campeonato de Basquete Adulto de Brasília - 2009 foi o início do movimento para a organização do basquete na cidade. Hoje chamada de BRABA - Brasília Basquete vem se firmando no cenário Regional na questão de quantidade de equipes, organização e prestação de consultoria para ajudar as equipes a se organizarem. No derradeiro mês, conseguiu expandir o campeonato para as regiões de Luziânia-GO e Planaltina de Goiás-GO. e Samambaia-DF.
Apresentamos mais um jogo do Campeonato Brasiliense de Basquete Adulto entre UnB e Phoenix. As duas equipes participam do atual Campeonato Adulto com o nome de BRABA - Basquete Brasília.
A equipe do Phoenix/ Sest Senat todas as vezes se apresentou com muita vontade e união entre seus componentes. O capitão da equipe André Bochecha comanda o time com muita determinação e garra.
Confiram! 

Basquete | Jogadas de Fundo Bola

As jogadas de fundo bola do basquete são ferramentas que decidirão jogos facilmente. Os jogadores devem estar confiantes para a execução correta. Esse tipo de jogada especial com modalidade coletiva que gastamos um tanto de tempo treinando contra-ataque, sistemas defensivos e ofensivos e outras coisas mais. E qual é o seu objetivo? Vencer?! Então suas jogadas especiais de fundo bola e lateral devem ter sido treinadas e repetidas várias vezes, pois em uma situação de última bola para vencer o jogo elas são imprescindíveis.

FUNDO BOLA "Box 1"

O4 faz um corta luz indo para cima para o O5 então o O5 pode cortar para o block oposto. O4 bloqueia a D5, e rola pedindo a o passe e bandeja. O2 poderia passer para O5, ou se a defesa trocasse no corta luz, O4 deveria estar aberto. O1 corta ao redor do corta luz para baixo de O3 e move se para fora na posição em cima. Depois de fazer o corta luz, O3 corta para a zona morta do lado fraco. Se nada acontecer em baixo, olhe para O1 ou O3 preparados para o chute de 3 pontos.








FUNDO BOLA "Box 2"

Esta jogada é feita para um bom arremessador de 3 pontos da zona morta, mas há outras opções também. Colocar seu melhor arremessador de 3 pontos (O2) bater o fundo e usar essa opção de Box visto no diagrama A.
Diagrama A. O3 faz um corta luz pelas costas para O5 que tenta passar por dentro para o passe ir em direção ao block oposto. O4 finta e corta em direção a zona morta e recebe o passe do fundo. O1 corta para a cabeça no lado forte.
Diagrama B. O4 passa para O1, e então faz um corta luz para O2. O2 corta com agressividade ao redor do corta luz para a zona morta do lado forte, recebe o passe de O1 assim pode arremessar da zona morta de 3 pontos (Diagrama C). Se o defensor do lado de fora cobrir o O2, O2 poderia passar para O4 posicionado no pivô de baixo. O5 esta em boa posição para o rebote do lado contrário.
Para acontecer o "Box-2" contra defesa zona 2-3, O4 faz um corta luz no defensor de fora, que cobre a zona morta.




Basquete Brasilia | Campeonato Adulto de 2009 | UnB x APAB

A equipe de basquete da tradicional APAB sempre duríssima para jogar mais uma vez mostra sua qualidade. Gosto desse vídeo,pois aparece o  que admiro o jogo, a persistência e rendimento desde que começamos a jogar nos anos 80. Confiram!

domingo, 8 de setembro de 2013

BRABA | Planaltina de Goiás | UnB e a Constância nos Deveres

Hoje a equipe de basquetebol da UnB joga a décima primeira rodada da Campeonato Adulto BRABA Brasília Basquete, em Planaltina de Goiás - GO. Um momento histórico do basquete brasiliense, onde a Federação de Basquetebol do Distrito Federal - FBDF assim como a Liga conseguiram expandir a modalidade. A equipe da UnB vem jogando na quadra do Evolução desde 2007 em amistosos constantes, o que tira a expectativa de conhecimento do local. Em contrapartida a UnB enfrenta um desfalque grande devido a lesões e estudos. Sem o lateral arremessador Lucas Portela e Ezequiel, ambos com luxação no ombro direito, e Douglas Paignez que esta fazendo intercambio na China pelo Programa Ciência Sem Fronteiras enfrenta a forte equipe do Vizinhança, com jogadores experientes.
Apesar das baixas a cultura da equipe da UnB é de superação, dedicação e constância nos treinamentos e meta.
Aproveitando o momento compartilho o documentário do herói do esporte mundial, Michael Jordan que  inspirou um tanto de jogadores, como eu na época, a mirar esse nível de excelência. Para tanto a constância nos treinamentos, a disciplina para alcançar a meta nos leva a vitória. E de vitória a vitória se chega a Glória.