quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Levantamento de Peso Olímpico | Como fazer um Snatch

O Snatch é uma das duas modalidades do Levantamento de Peso Olímpico, também conhecido como Arremesso. Esse exercício é usado no Cross Training para fortalecer o corpo todo.  Consiste de 5 fases: Aproximação; 1º puxada; 2º puxada; mergulho e o recebimento e agachamento.
Capacidades como a coordenação, estabilidade do CORE e potência são desenvolvidos ao longo da programação. Esse levantamento olímpico não necessita apenas de força, contudo a maestria da habilidade técnica, o mais alto degrau de flexibilidade de ombros/ costas/ membros inferiores, excelente equilíbrio e velocidade. 
Aproximação
A barra se localiza no chão. Coloca os pés abaixo da barra, flexiona os joelhos, costas reta e agarrar a barra com a pegada mais aberta que os ombros e os cotovelos estendidos. 

1º puxada
O quadril, ombros e barra movem-se ao mesmo tempo. O levantador empurra a ponta do pé contra o chão e puxa a barra. O angulo do tronco permanece constante em relação ao solo. A barra é mantida em contato com a coxa.

2º puxada
Quando a barra esta no meio das coxas a barra é acelerada para cima com a força grandiosa do quadril, coxa e tornozelo estendendo. Isso é feito em conjunto em um movimento explosivo.

Mergulho
A barra movendo se para cima o levantador mergulha para baixo da barra e realiza o movimento de agachamento.

Recebimento e agachamento
Os cotovelos são estendidos e travados juntamente com os ombros. A posição de agachamento acima da cabeça é estabelecida. Essa parte do movimento requer sincronia e coordenação e é crucial para todo o Snatch.
O braço continua trancado com a barra acima da cabeça e realiza o agachamento até os joelhos ficarem estendidos.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Cross Training | Como Fazer o Clean and jerk

O Cross Training é um método de treinamento que trabalha movimentos multiarticulares e principalmente as técnicas de levantamento de peso. Hoje falaremos do movimento Clean and Jerk. O Clean and Jerk é um dos movimentos do Levantamento de Peso Olímpico e o outro é o Snatch ao qual veremos no próximo post.
Ótimo exercício para atletas que querem ficar fortes e potentes em seus esportes. Trabalha praticamente todo o corpo. Procure trabalhar a técnica em primeiro lugar antes de aumentar a carga.
A parte do movimento chamado Clean consiste no momento em que o levantador pega a barra no chão, levanta e apoia no músculo deltoide e clavícula. A porção do movimento chamada Jerk envolve elevar a barra acima da cabeça e estender o cotovelo mantendo a barra estática.
















Posição Inicial
Começamos o movimento de Clean agachando para pegar a barra. As mãos ficam na altura do quadril geralmente utilizando a pegada de gancho (hook grip). Os braços estão relaxados por fora das pernas. O quadril abaixa o máximo possível para alcançar a barra. Os pés apontam para frente e o peito esta para fora e as costas alongada.


Fase de Clean
O levantador puxa a barra em uma tripla extensão (em uma sucessão rápida) do joelho, quadril e tornozelos. Quando as pernas levam a barra o mais alto possível, o levantador puxa a barra em uma contração forte do trapézio. Assim o levantador entra embaixo da barra e apoia no deltoide e clavícula na posição de agachamento pela frente (front squat). Logo após a extensão completa do joelho, preparamos a segunda fase do Clean and Jerk.

Fase Acima da Cabeça Jerk
Na posição estendida o levantador flexiona o joelho e impulsiona a barra para cima da cabeça. Enquanto empurra a barra para cima o levantador entra em baixo da barra e realiza um movimento com os pés posicionando em forma de afundo. O movimento termina com o passo para frente e estendendo todo o corpo.

Dúvidas envie comentários.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Dinâmica de Grupo e Equipe | Como um grupo se torna uma equipe

A dinâmica de grupo e equipes é um processo evolutivo constante adaptando as ações para responder fatores internos e externos dos grupos e equipes. Apesar de um grupo de pessoas não formar necessariamente uma equipe, sabemos que toda equipe é um grupo de pessoas. A equipe é a interação de um grupo de pessoas com objetivos em comum. 
Os grupos passam por uma sequencia de estágios evolutivos para tornar-se uma equipe. Essa dinâmica de grupo e equipe embora não hajam sequencias certas muito menos o tempo passado em cada estágio, os grupos enfrentam esses estágios para a acomodação das pessoas em prol das metas em comum. Os quatro estágios são: Formação, Agitação, Normatização e Atuação.

Formação
É o momento de conhecimento entre os integrantes do grupo. As comparações sociais existem nessa fase como a avaliação de forças e fraquezas entres os membros. A dinâmica de grupo nessa fase esta focada na identificação dos papeis desempenhados por cada um, assim como a comunicação entre eles. Geralmente é uma fase de competitividade entre as pessoas buscando seu lugar no grupo.

Agitação
A fase de agitação na dinâmica do grupo tem como características a resistência a liderança, resistência ao controle do grupo e por conflitos interpessoais. Esse estágio aparece após a determinação de regras desenvolvidas e impostas e durante períodos de instabilidade quanto ao resultado do time. A necessidade de uma comunicação aberta e franca do líder se faz necessária. Avaliações de forças e fraquezas de cada individuo, assim como a clareza de seu papel no grupo pode ajudar a aliviar as incertezas. 

Normalização
A hostilidade é substituída pela solidariedade e cooperação. Os indivíduos passam a trabalhar em equipe para alcançar os objetivos em comum.. A coesão de grupo ocorre nesse estágio, a medida que os membros do grupo constroem uma unidade. Agora em vez da competição pelo status e reconhecimento, os indivíduos lutam por economia de esforço e efetividade da tarefa. Esse é o momento que o líder elogia pelo desempenho individual e coletivo de sua equipe, enfatizando a contribuição única de cada membro para o sucesso da equipe.

Atuação
Nesse estágio da dinâmica de grupo e equipe os papeis já estão bem definidos e as energias canalizadas para o sucesso de todos. Os membros respeitam e encorajam as realizações de outros companheiros. O líder deve evitar atividades de competitividade e agressões interpessoais. Feedbacks positivos em relação as contribuições especiais de cooperação  devem ser encorajados.

Ter ciência da dinâmica do grupo e equipe facilita a atuação e reconhecimento do líder em prol da formação de sua equipe. Quando muitos trabalham pouco, chegam a realizar grandes tarefas.

FONTE:
Weinberg, R. S, Gould, D. Fundamentos da Psicologia do esporte e exercício. 2ed - Porto Alegre. Artmed Editora, 2001.




terça-feira, 13 de agosto de 2013

Basquetebol da Base | Divulgação


Confira mais um vídeo da 5 º Copa Minas de Basquetebol, realizada em Brasília no ano de 2012.
Ajude a divulgar o vídeo clicando no JOINHA e compartilhando com seus amigos.





segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Base Basquete | Brasileiro Sub 17




Jab Step | Aprenda Habilidades Novas no Ataque no Basquete

A primeira orientação para o jogador de basquete é que ele levante a cabeça e olhe para a cesta ao receber a bola. Toda vez que um jogador receber a bola , de qualquer lugar  da quadra, a instrução é ele colocar a bola na Tríplice ameaça (no gatilho) imediatamente. Os joelhos devem estar flexionados e pés na projeção dos ombros.

Se um jogador é destro, o pé esquerdo deve estar ligeiramente à frente do pé direito, com o pé esquerdo agindo como o pé de pivô. Inverta o trabalho dos pés para os jogadores que são canhotos. Em qualquer caso, os pés e ombros deve estar voltada para o aro de modo a que qualquer movimento feito será a direção à cesta. A partir desta posição de tripla ameaça, um jogador pode driblar, passar ou arremessar.

A bola deve ser protegida pela parte de trás do quadril, não pela frente, onde a defesa tem a oportunidade de roubar a bola. Firmar para os jogadores que eles devem ficar com os joelhos flexionados, que é uma posição que lhes permite fazer os seus movimentos mais rapidamente, portanto, dando a defesa menos tempo para reagir.

Um jogador ofensivo será mais bem sucedido se ele atacar o defensor movendo em linha reta até a cesta. Desencorajar seus jogadores de realizar um corte passivo - um corte largo para evitar o contato com a defesa. Este caminho permite que o jogador de defesa recupere sua posição, minimizando a eficácia do movimento ofensivo.

Jab Step - Movimentos Estacionários

Vejo que depois que o jogador recebe a bola e encara a cesta, com a bola na posição de tríplece ameaça, ele esta preparado para atacar a cesta. A partir desse momento o jogador começa a realizar movimentos estacionários para fintar a defesa. São movimentos iniciais antes de colocar a bola no chão, driblando.

Corte Lado Forte

Partindo da posição de tríplice ameaça o jogador executa um jab step. Espera-se a reação da defesa.
O jogador de ataque deve estar equilibrado e fazer o jab step curto e o mais rápido possível. Se a defesa não reagir, o jogador de ataque deve fazer um passo longo com o mesmo pé no mesmo sentido do movimento e colocar a cabeça e ombro a frente da defesa e explodir em direção a cesta.
Quando existe a decisão de driblar, drible em direção a cesta com a menor quantidade de dribles possíveis. Outro ponto importante é manter a cabeça levantada para ver as ajudas do lado fraco e consequentemente encontrar companheiros livre para servir quando as defesas impedirem a infiltração.

Passo Cruzado

Quando houver um jab step e a defesa reagir deslizando em direção do movimento, o ataque pode ir para a direção oposta cruzando o pé do jab step. O jogador de ataque mantem a bola baixa assim como colocar o ombro e o passo além da defesa.
Mais uma vez o ataque deve manter o corte em linha reta, diminuindo as chances de recuperação da defesa. Os fundamentos de dribles efetivos como: fechar o buraco e manter a cabeça erguida aplicam-se nesse caso também. Quando executado de maneira eficiente, abre as opções de jump stop e uma bandeja de força se a defesa reagir ao movimento de pés do atacante.

Jab Step Para Arremessar

A defesa frequentemente ajustará ao movimento de jab step recuará para prevenir o corte em direção a cesta. Agora o atacante pode encarar a cesta novamente e arremessar - claro! Se o jogador tiver o arremesso daquela posição.
Para realizar esse movimento o jogador deve manter equilibrado depois do jab step. Os pés paralelos e posicionados nos prolongamentos dos ombros e o corpo baixo. Por isso é importante treinar jab step curto. O jab step longo faz o jogador começar o movimento novamente.

Veja mais a respeito do Jab Step. Clique aqui.

FONTE:
WOOTTEN, Morgan. Coaching basketball successfully. Human Kinetics. 2º Ed. 2003

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

PNL | A arte de aprender como aprender



Na Programa de Neurolinguistica - PNL todos nós temos os mesmos recursos mentais para realizar tudo aquilo que podemos ser e que se uma pessoa conseguiu realizar algo no mundo, podemos alcançar da mesma forma. Então com uma observação minuciosa das atitudes dos vencedores e reprodução delas, cada um do seu jeito, conseguimos realizar a mesma tarefa. A observação essencial é prestar pouca atenção ao que se fala (conteúdo) e uma enorme atenção ao que se faz (processo). 
Existem três fatores que são determinantes para ter realmente bons resultados:
            • Sistema de crenças da pessoa; 
            • Estratégia utilizada: saber quais são as mensagens internas;
            • Necessidade de reproduzir a fisiologia do modelo: agir como se fosse o modelo. Atitudes assim encontramos durante toda a infância.
A modelagem é o processo natural de aprendizagem e o caminho para a excelência.
CADASTRE SEU EMAIL E RECEBA ATUALIZAÇÕES SEMANAIS

FONTE:
Chung, Tom. Qualidade Começa em mim: Manual Neurolinguístico de Liderança e Comunicação. Osasco, SP. Novo Século Editora. 2002.