segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Planejamento: por onde começar?


Quando estamos prontos para escolher objetivos precisamos de um planejamento básico para direcionar os  nossos esforços. Contudo o que escolher? Em quanto tempo pretendo alcançar a meta? E claro não deve-se esquecer de perguntar para seu coração "para que quero construir esse caminho"?
O desejo pelos resultados é gerada pela vontade de mudar a maneira como queremos nos sentir. A diferença entre sucesso e fracasso não apoia-se somente em nossas capacidades, mas também nas sensações emocionais, físicas e espirituais experimentadas durante o processo de conquista dos objetivos.
Seus resultados são produtos de muito treinamento sim, todavia a importância de controlar as emoções e saber como utiliza-las sustentará um caminho mais seguro em direção ao sucesso e consequentemente.
Por isso pesquiso tanto e procuro intervenções mais adequadas para incentivar a busca do desenvolvimento dessas atitudes nas pessoas que estão ao meu redor e principalmente em mim. O sentimento de vivenciar essa experiência de busca pelos resultados é mais espetacular do que a própria conquista da meta.   

domingo, 30 de dezembro de 2012

Coesão de grupo: Diretrizes para sua promoção

Desenvolver a coesão de equipe pode aumentar o desempenho da equipe, através de umk ambiente agradável e onde os indivíduos se sintam a vontade para expressar-se. A comunicação novamente é a peça chave. Com uma comunicação efetiva, o técnico e líderes de grupo podem incentivar a coesão de grupo mais facilmente. 
Abaixo algumas diretrizes para motivar a implantação, pesquisa e inovação da coesão de equipe. 

Comunicação adequada
Quando o líder do grupo pratica uma comunicação aberta desenvolve um ambiente confortável para que os membros sintam agradáveis para se comunicar. O líder deve garantir comprometimento com as metas do time e trabalhem em equipe incluindo sempre o aperfeiçoamento das relações interpessoais. A medida que a comunicação aumenta a coesão de equipe também aumenta.

Esclarecimento sobre os papeis individuais no sucesso da equipe
O treinador deve descrever os papeis individuais dos membros do grupo e esclarecer o a importância desse papel no sucesso da equipe. O técnico deve lembrar-se de dar oportunidade a pessoa para contribuir na hora certa.
Quando os companheiros de equipe compartilham da tarefa dos outros procuram ajudar dando apoio e aumentando a empatia.

Estabelecimento de metas desafiadoras
Metas específicas e desafiadoras tem um impacto positivo sobre o rendimento individuais e coletivos. O estabelecimento de normas de produtividade alta mantem a equipe focada no que ela precisa fazer. A medida que os envolvidos vão  conseguindo realizar as metas, passam a sentir-se coletivamente encorajados a ter orgulho de suas realizações e aceitar novas metas.

Evitar a excessiva rotatividade de pessoal
Novamente a comunicação tem influencia na coesão do grupo. A rotatividade excessiva não favorece uma comunicação estreita entre os membros  Claro que em algumas situações, como no caso de equipes escolares e universitárias, que formam todo ano precisam de novas estratégias.

Isso é o que a comissão técnica pode incentivar, contudo os membros das equipes também tem papeis importantes a executar e facilitar o processo. Esse será um novo post!



sábado, 29 de dezembro de 2012

Treinamento e Desenvolvimento Esportivo


Conhece a planta Ficus Benjamina? É uma árvore utilizada para fazer cerca viva. Já viu quando ela cresce sem  direção e sem poda adequada? Pois é torna-se uma planta enorme toda desordenada.

Imagina se todos os donos das cercas vivas não moldassem os ficus, mangueiras, bambuzal etc. Seria um caos para todos inclusive as próprias plantas que começariam a disputar espaço, sol, água e nutrientes para crescer e firmar-se no ambiente. Por isso é importante a poda sistemática para que o jardim se torne o mas bem cuidado e organizado, que o espaço, a disponibilidade de água, o sol e os nutrientes daquele ambiente proporcionarem, independente da forma como é o jardim do vizinho.
O caminho reto para o desenvolvimento pleno me parece ser feito de diversas podas ao longo da vida. Não é fácil crescer sem as podas para fortalecer as raízes, o tronco e as folhas. As vezes temos que fazer algo porque temos que fazer e não porque queremos. Lógico, tudo de forma legal e moral! Ouvimos coisas que não queremos ouvir naquele momento e muitas vezes de pessoas especiais, contudo seria prudente tranquilizar o coração, fechar a boca e ficar firme em nossos propósitos.


A cumplicidade e a confiança, durante a convivência  entre o jardim e o jardineiro, são a base para o facilitar o canal de feedback oferecidos pelas duas partes. A diferença esta nos combinado nos bastidores e realmente não interessa o que se sabe e sim no que é colocado em prática.

Pensamos muitas coisas negativas durante o processo de desenvolvimento. Normal! A solução é controlar esses pensamentos com remédios do tipo "veja pelo lado positivo" ou "olhe o caminho percorrido, quanta coisa boa".
Treinamento esportivo é assim, senhores. Zona de conforto é um lugar péssimo para quem quer alcançar os céus. Moldamos e somos moldados em cada situação. Cada qual com sua característica.
O treinamento da Ginastica Artística é uma coisa linda. Os atletas praticamente moram no ginásio. Repetem o movimento até a perfeição. Várias vezes! A ginasta Kerri Strug, medalha de ouro na Olimpíada de Atlanta, em 1996, declara que não gostaria de estar no momento do salto, com a medalha de ouro dependendo do seu salto. Ela com o entorse de tornozelo no momento. Mesmo assim o fez colocando o time acima dela. Foi e conseguiu. E hoje se diz satisfeita com o que fez.
Gosto um tanto de pessoas que se-esforçam para surpreender a si mesmo e poder ajudar da melhor forma possível outras pessoas.




sábado, 3 de novembro de 2012

PNL | Níveis de comunicação e liderança



A Programação Neurolinguística - PNL cuida da comunicação e as consequências da forma como demonstramos domínio dessa qualidade. As pessoas criam barreiras através de comportamentos, crenças negativas e valores cheios de conflitos para limitar a si mesmas. Outro ponto importante é o desalinhamento dos níveis do pensamento. O desalinhamento nos torna incongruentes, vítimas de nós mesmos. O entusiasmo na hora de agir fica afetado.
Os níveis são responsáveis pela qualidade da Aprendizagem, Comunicação e Mudança e apresentam-se em cinco níveis cognitivos:

  1. Identidade (quem?) - Esse nível é um dos mais profundos do ser humano. Quando afirmamos sobre o outro ou sobre nós - Eu sou... ou Você é... estamos procurando mostrar nosso verdadeiro eu. Quem sou? Outra indagação que tem como resposta palavras que interferem em nossa identidade. A identidade real é uma busca que significa o propósito da existência. É um processo que defini a missão de vida. 
  2. Valores e Crenças (por que?) - é a melhor intenção que esta por traz dos seus comportamentos. Os valores determinam o foco das ações e as crenças são opiniões que facilitam ou dificultam nosso aprendizado. Se confiamos, a compreensão fica mais clara e percebemos mais facilmente algo do que se não. As crenças e os valores formam a per missão para cumprir a missão de vida. Lembre da regra de qualidade de nossa  percepção é crer para ver. Quando conversamos sobre o por que das coisas caracteriza-se uma conversa a nível de crença pessoal.
  3. Capacidades (como?) - esse nível controla nossos comportamentos verbais e não verbais. Quando queremos explorar ou identifica-lo conduzimos a comunicação a um nível da maneira de fazer a coisa. Assim a capacidade pode ser definida como a maneira de aplicar o conhecimento e gerar ações e comportamento para alcançar os objetivos. 
  4. Comportamentos (o que?) - é o que se faz e diz. Pode ser verbal e não verbal. O aprendizado comportamental esta em um nível superficial e visível da comunicação. O nível de comportamento é composto por palavras e ações que visam a realização do desejado. É o campo de atuação do feedback. A orientação a uma pessoa que necessita de ajuda para desenvolver seu comportamento deve referir-se sensorialmente aos comportamentos verbais e não verbais apresentados por ela. Não devemos ser incongruentes e criticar a nível de crenças e identidade. 
  5. Meio Ambiente - o meio onde crianças estão sendo criadas tem o poder de desenvolver crenças limitantes e talvez afeta-la durante sua vida. ao invés disso acessar o nível de crenças e identidade em relação a elogios e motivações.
Compreender uma pessoa é poder detectar e comunicar-se eficaz e profundamente com cada nível cognitivo.



quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Diálogo Interior | Como Funciona

diálogo interior é mais um fator de distração, contudo é necessário para lidar com a própria distração. Portanto, existem dois tipos de diálogo interior - o positivo e o negativo. A diálogo interior positivo é  uma maneira muito inteligente de aumentar a auto-estima, a motivação, o foco de atenção e o desempenho. Esse tipo de diálogo traz frases do tipo - "Posso fazer isso"; "Vou aguentar até o fim"; "mantenha o olho na bola e na atacante"; "Faça a cobertura"; "Flexione o joelho no arremesso". No ano de 1996, em Belo horizonte, participei com meus companheiros de equipe de uma pesquisa que avaliava o rendimento do arremesso de lance livre após mentalizar frases positivas e outro grupo sem diálogo interno. A frase que dialogava internamente era - Vou acertar! Repetia três vezes. Resultado, os lance livres de nossa equipe melhorou consideravelmente após essa dinâmica antes do arremesso, além de alguns jogadores incorporarem o diálogo interno a sua rotina pré-arremesso.

Como Funciona?
Os pensamentos têm um papel importante e crítico na formação de respostas a uma situação. Tendemos a achar que os acontecimentos em nossas vidas que causam modificações em nossos estados emocionais e físicos. Definitivamente não! São os pensamentos que em uma avalanche deles nos coloca em situações emocionais e físicas de raiva, frustração, depressão, ansiedade entre outras tão mais graves quanto essas para nosso desempenho.


Mudança de hábitos
A mudança de hábito requer um sinal (is) auto-instrutivo (servem de instrução a mente) para direcionar os pensamentos e o diálogo interior positivo. Quanto maior for a mudança de hábito, mais sinais serão necessários. Por exemplo um jogador de basquete vai arremessar o lance livre e não olha para a cesta antes de arremessar. Então usará como sinal durante a execução - a cesta - para lembrar que deve olhar para a cesta.

Manter o foco

Começar a agir pode ser até relativamente fácil, contudo manter-se motivado e continuar a se esforçar ao máximo visando a melhora do rendimento pode ser muito desgastante. Portanto um diálogo interior positivo - "Continue!" "Aguente!" "Vou conseguir!" - pode ajudar a manter o objetivo quando estiver nas últimas.

Técnicas Para Desenvolver o Diálogo Interior

Interrupção do pensamento

Envolve se concentrar ao máximo para interromper o pensamento negativo e limpar a mente. Para isso pode-se usar um sinal como "Pare" em voz alta e depois quando estiver com mais domínio de seus pensamentos usa-la em voz baixa. Comece a realizar primeiro essa técnica nos treinos para depois usar nas competições. Velhos hábitos não desaparecem facilmente, portanto utilizar essa técnica constantemente vai facilitar a mudança.

Mudando de diálogo interior negativo para positivo
Quando os diálogos internos negativos aparecem precisamos urgentemente transforma-los em diálogos positivos. Assim conseguimos redirecionar o foco de atenção oferecendo como consequência mais coragem e motivação.
Reconhecer o diálogo interno que prejudica é o primeiro passo. Faça uma lista dos diálogos que prejudicam o rendimento ou que incentivam os comportamentos indesejáveis. então substitua o negativo por uma frase positiva. Agora você tem um mapa dos diálogos internos. Aplique essa técnica primeiro nos treinos para depois usar nos jogos. Respire fundo, relaxe e repita a afirmação positiva.

Até a próxima.


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Atenção: definição, classificação e relação com o desempenho


O que acontece se durante os treinos sua mente fica vagando, ao invés de se concentrar no que esta fazendo? Se você já se propôs a estar ali, então que faça da forma mais eficiente possível. Concentrar na tarefa trará maior percepção do que esta acontecendo. Então seu desempenho poderá melhorar por julgar melhor as decisões na hora do jogo.
Esse post é um esclarecimento do que é atenção. O entendimento da definição de atenção para o rendimento nos possibilita trabalhar consciente em direção as metas propostas.

A atenção é conhecida como um estado perceptivo, onde o foco é selecionado, de modo intensivo e dirigido. Sua classificação é baseada no foco da concentração, podendo ser atenção concentrada ou distributiva.
Atenção concentrada é um esforço dirigido e selecionado, conscientemente, a um ponto específico no campo de percepção. Por exemplo quando o jogador de basquete vai arremessar o lance livre e utiliza sua rotina de pré-arremesso - dribla três vezes, olha para cesta e arremessa.
Atenção distributiva é atribuída a distribuição da concentração em vários objetos e ações.
A capacidade de mudança da concentração em um dado instante é chamado de alternação da atenção. Assim a atenção pode mudar de foco, vezes ampliando em vários objetos e ações ou vezes em somente um objeto. Ter consciência desses acontecimentos facilitará a compreensão sobre o ambiente. Tomar decisões em momentos que requerem muita atenção pode lhe dar uma vantagem sobre seus adversários. 

FONTE:
SAMULSKI, Dietmar. PSICOLOGIA DO ESPORTE - Manual para Educação Física, Psicologia e Fisioterapia. Ed. Manole. 1º edição. São Paulo. 2002



domingo, 14 de outubro de 2012

Motivação | Em direção ao Rendimento

Afiliados Cursos 24 Horas - Ganhe Dinheiro com seu Site













Não fiquei totalmente satisfeito em estudar sobre a Aptidão Mestra. Tive que pesquisar sobre motivação. Em primeiro lugar MOTIVAÇÃO para mim é um MOTIVO DE AÇÃO. Quais os motivos que são a mola mestra para me movimentar em prol de um objetivo? Encontrei vários modelos sobre os motivos que influenciam a ação, a reação e a tendência de comportamento em prol do sucesso.
A teoria da necessidade para o  rendimento, considerada a base para todas as outras teorias, relacionou 4 fatores que influenciam o rendimento com uma tendência de resultado. Esses resultados trazem reações emocionais que se tornam comportamentos vivenciados ou adquiridos. Por exemplo, uma pessoa que tem uma tendência a procurar sucesso, apresenta um alto nível de motivação para o sucesso. Gostam de demonstrar e desafiar suas capacidades e não se preocupam com resultados negativos.
O ambiente também influencia a motivação. Portanto, a probabilidade de sucesso depende da dificuldade da tarefa e da competência do adversário. 
As tendências comportamentais influenciam as reações emocionais. A maioria quer vivenciar situações de orgulho e satisfação, mesmo as vezes se orientando para o fracasso. 
Pessoas orientadas para o sucesso se desafiam mais, com riscos intermediários, mostrando bons resultados quando estão sendo avaliados.

FATORES PESSOAIS
  • Tendência de procurar sucesso;
  • Tendência de evitar fracasso.
FATORES SITUACIONAIS
  • Probabilidade de sucesso;
  • Valor de incentivo para o sucesso.
TENDÊNCIAS RESULTANTES
  • Procurar sucesso;
  • Evitar fracasso.
REAÇÕES EMOCIONAIS
  • Orgulho na presença de sucesso;
  • Vergonha na presença de fracasso.
COMPORTAMENTOS
  • Procurar situações de rendimento;
  • Procurar desafios;
  • Alto nível de desempenho.
ou
  • Evitar situações de rendimento;
  • Evitar riscos e desafios;
  • Baixo nível de rendimento. 
Sabendo disso, você ainda vai continuar com frases negativas do tipo: "Não consigo!"; "Esta muito pesado!"; "Não deixo de comer meu chocolate!"; Ou vai começar a procurar o sucesso independente do ambiente e assim se desafiar com tarefas mais exigentes, como por exemplo arremessar a bola do jogo ou assumir um cargo de maior responsabilidade na empresa que trabalha e provar um alto nível de desempenho.
Você pode se quiser! Acredite em você.

Estabelecendo a disciplina - respeito a autoridade


Muita gente quer ser forte, magro, bem sucedido, fazer parte e jogar em uma equipe organizada, ganhar dinheiro. Para isso deve ter bastante disciplina.
Disciplina não é somente ter a rotina bem definida e fazer. Vai além disso. 
Estabelecer a disciplina em suas tarefas é um trabalho que requer acima de tudo respeito a autoridade e a autoridade ter respeito a você. Recebo garotos de 17 a 20 anos todos os semestres na equipe da UnB. Alguns deles querem continuar tendo atitudes infantis como: Eu quero isso... Aquilo esta errado... Não é assim que fazia... O que nós deveríamos levar em consideração é que o respeito saudável pela autoridade leva tempo para desenvolver. Então o que podem fazer imediatamente é ter atitudes solidárias.


Se na sua proposta com seus treinadores (líderes) você não acreditar e confiar no que eles estão dizendo, quando houver momentos de muita pressão não existirá tempo para longas conversas sobre o que fazer nessa situação. Se não há excelência na performance nesses tempos conturbados, provavelmente em longo prazo o individuo ou a equipe falhará.
Lembro ainda que falhar faz parte do sucesso. O importante é levantar e recomeçar! Seja persistente nos seus propósitos e use a força do querer beneficamente.

PNL: Controle suas emoções e tenha sucesso


O controle da mente é essencial para quem quer alcançar o sucesso. A teoria do sucesso coloca o controle da mente como primordial para alcançar riquezas ou fracassos em nossa vida. Quando não se consegue exercer domínio sobre as emoções, deixamos ela ter o domínio, e ainda mais, a paralisação sobre a razão. Ficamos imóveis sobre a situação. O ciclo de pensamentos negativos nos envolve cada vez mais, ao ponto de perdermos a capacidade de pensar na solução, de se concentrar. Essa capacidade é conhecida como memória funcional - função executiva por excelência na vida mental.
Pesquisas demonstraram que o que há de comum em atletas olímpicos, músicos de nível internacional e mestres de xadrez é a capacidade de automotivação em prol da dura sequência de ciclos de treinamento ao longo de 10 a 15 anos.
Uma forte ética de trabalho cultural traduz-se em maior motivação, zelo e persistência - uma vantagem emocional.
De acordo com a interferência de nossas emoções, nossa capacidade de pensar e fazer planos, de seguir treinando para alcançar um objetivo distante, solucionar problemas, definem o quão bem iremos sair na vida. Na medida que somos motivados por sentimentos de entusiasmo e prazer no que fazemos  - com um grau ideal de ansiedade - esses sentimentos nos levam ao êxito.
Pense nisso!

domingo, 12 de agosto de 2012

Serviço e sacrifício = sucesso

Quando estagiei no Universo/ Brasília como supervisor em 2004 tive contato direto com o famoso Zé Boquinha, um técnico muito exigente. Levava-o para o aeroporto quando lhe perguntei "Prof, veja as jogadas que planejei para a equipe da UnB..." e lhe entreguei a cartilha de jogadas que tinha preparado. Depois de passar os olhos ele me respondeu - "Meu filho, para você ser treinador levará pelo menos mais uns 20 anos de muito estudo, trabalho e prática." Minha primeira impressão foi de desprezo com minha dedicação ao basquete, contudo ao longo do tempo percebi que estava completamente certo. Preparar-se era um caminho ao qual estava disposto a enfrentar.
Depois de quase 10 anos, reforço minha ideia de que o treinamento é realmente importante. Recebo jogadores vindo do Ensino Médio, sub 18, que não são acostumados ao volume de treinamento diário, muito menos a intensidade alta, logo na época certa. Alguma coisa esta errado. O que acontece? Acabam saindo do Programa, as vezes nem sabendo qual o verdadeiro motivo, apenas desistem em prol de suas desculpas ou de uma preparação prévia no seu desenvolvimento. Sem ao menos tentar fazer a proposta. Pena! Aos que ficam se desenvolvem, vêem os resultados aflorando. Resultados individuais e como equipe, no placar ou não. Vão para equipes semi profissionais, universidades norte americanas ou terminam seu desenvolvimento de atleta no esporte universitário adquirido valores para a vida.
Hoje, assistindo as finais olímpicas entre os Estados Unidos (17 participações olímpicas -14 de ouro, 1 de prata e 2 de bronze) e a Espanha pela segunda vez consecutiva decidindo a final percebi que além da infra-estrutura, a mentalidade brasileira esta muito aquém dos medalhistas olímpicos. Os norte americanos, vistos como tecnicistas, capitalistas até mesmo em seu sistema esportivo (envolvendo lucros de Universidades particulares e equipes profissionais), prezam pela boa preparação física, técnica e psicológica, sem mencionar os estudos táticos. Treino físico as 6h da manhã e treino com bola de no mínimo 2h a tarde. Isso na Universidade! Fora as 4 milhas semanais (no período de preparação geral). Muitas vezes são exagerados, mas fazer o que? Estão campeões a muito tempo. Alguns falam - Ah! Mas lá o basquete é como o futebol aqui, todos praticam desde crianças. - Então porque o futebol brasileiro não é campeão em todas as competições que participam?
A Teoria do Triunfo preconiza que o serviço e o sacrifício são as chaves do sucesso. E são mesmo. Vimos Leandrinho dizer que batia bola até de madrugada antes de entrar na NBA. Se fosse ao contrário será que estaria lá?
O Centro de Treinamento de Basquete do Brasil em São Sebastião do Paraíso tem uma estrutura incrível e uma boa proposta. Todavia porque nossas unidades de formação (clubes, universidades, escolas e projetos) não adotam um modelo de desenvolvimento pautado cientificamente?

Sala de musculação do Centro de Treinamento

Rubén Magnano conseguiu mudar a mentalidade de nossa seleção brasileira aplicando a disciplina e o trabalho. Conseguiu resultados impressionantes. Parabéns mesmo! E obrigado Magnano e equipe.
Portanto prepare-se mesmo! Faça de tudo que for bom para conquistar seus sonhos desde que não prejudique ninguém. Logo verá seus resultados aparecerem.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Basquete Base | 5º Copa Minas Brasília

Esta aberta a 5º Copa Minas Brasília de Basquetebol, que será realizada de 16 a 21 de julho.  Esse encontro na categoria sub 17 masculino pode se tornar o campeonato mais importante entre clubes do Brasil, reunindo Flamengo, Fluminense, Minas Tênis Clube - BH, Sport Recife e o anfitrião Lance Livre / Minas Brasília DF. O formato de disputa da 5º Copa será turno e returno, todos contra todos em quartos reduzidos para 8 minutos.
Na abertura, a equipe do CEUB compareceu para homenagear o atleta David Henrique, jogador que acidentou-se após uma enterrada em Brasília. Todos se uniram para uma corrente de oração em prol de sua recuperação.

Os  resultados de hoje foram:

MInas BH 39 x 53 Flamengo
Flamengo 64 x 42 Fluminense
Minas BH 65 x 34 Sport - RE

Nesse momento o Lance Livre/ Minas Brasília passa pelo Fluminense em um jogo apertado onde o jogador Abner faz 8 pontos no 4º quarto e garante a vitória para sua equipe a vitória por 52 a 50. Leonardo do Lance Livre cestinha com 16 pontos e João Vitor com 10 rebotes.

Amanhã a rodada será:

9h          Sport RE x Fluminense
10h15    Flamengo x Lance Livre/ Minas Brasília
15h        MInas Tênis BH x Fluminense
16h15    Sport RE x Lance Livre/ MInas Brasília

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Iniciação no Basquete | Solução para o Esporte



Tudo que fazemos requer um momento de planejamento prévio para orientar nossas ações na direção do alcance dos objetivos. Esse planejamento deve ser feito em nosso basquete brasileiro, não só pela CBB ou Federações Estaduais, mas também pelas unidades formadoras, as Instituições que oferecem o desenvolvimento esportivo. 

Cursos 24 Horas

Cursos Online 24 Horas
A categoria de base é uma fase muito importante voltada para a iniciação, formação e especialização dos atletas que serão os futuros representantes do basquete nacional e internacional. Considero que essa fase deveria ter um planejamento mais profissional, com pessoas altamente especializadas atuando para termos jogadores mais bem preparados. Infelizmente a mídia, os méritos e a remuneração adequada para o treinador esta mais no alto rendimento do que nos responsáveis pela formação. Não quero quantificar um ou outro, contudo devemos pensar melhor sobre esse ponto.
O prof. Dante de Rose Junior, um "monstro" de nosso basquete brasileiro, retratou muito bem, em seu blog, como ajudar a construir uma base sólida e desenvolver nossa modalidade. Concordo que a responsabilidade não pode ser exclusivamente da CBB, muito menos de nossas Federações. A necessidade, urgente, de descentralizar o poder/responsabilidade por Regiões, Estados e ou Municípios para aumentarmos a quantidade de crianças praticando basquetebol. Assim como fazem nossos os argentinos e conseguem juntar 100.000 crianças e adolescentes que jogam basquete em uma cidade para festejar a modalidade enquanto disputam um torneio.
A estrutura das Instituições de Ensino pública e privada podem se tornar uma ferramenta muito forte para a difusão da modalidade, assim como Associações sem fins lucrativos com projetos responsáveis  com possibilidades de conseguir o selo da Lei de Incentivo ao Esporte, Lei Rouanet, Fundos Estaduais destinados ao Esporte entre outros.
As equipes profissionais já se utilizam desse incentivo para financiar seus projetos esportivos, como uniformes, material esportivo e bolsas alimentação, hospedagem, saúde entre outras compondo a contrapartida para o jogador.
Na luta diária pela modalidade, encontrei esse par de tabela para mini basquete e resolvi registrar as imagens para ajudar em nossas ações para aumentarmos a base da pirâmide e dar oportunidade a mais crianças à iniciação esportiva na modalidade. Os ganchos fixam na parte de cima da tabela oficial. Os ferros apoiam na tabela e temos assim muitas crianças felizes motivadas a aprender, pois agora podem ver suas bolas passando pelo aro deixando aquele barulho que nos vicia, Chuá!!!


Cursos Online na Área de Gestão e Liderança

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Decisões do treinador por Ruben Magnano

Caros colegas,

estou muito confiante diante da preparação da Seleção brasileira de basquete masculino. Com jogadores de qualidade e muito experientes. É lógico que temos pontos fracos e devemos saber quais são para poder preparar a melhor estratégia.
Ruben Magnano, o chefe, sabe melhor do que ninguém o que precisamos e esta trabalhando para chegarmos a Londres e fazer bonito. Segundo ele, devemos treinar duro, ser disciplinados e ouvir as orientações para tornarmos uma equipe de qualidade.
Abaixo o vídeo de continuação do discurso do Magnano.



Abc e até a próxima.

domingo, 24 de junho de 2012

O discurso de um mestre

Participei da Escola Nacional de Treinadores de Basquetebol, nível III, realizado em São Sebastião do Paraíso - MG durante a semana do dia 16 ao dia 20 de junho de 2012. Muitos mestres do basquete estavam juntos discutindo, aprendendo e ensinando sobre nossa modalidade. Um aprendizado incrível para mim, mas me chamou atenção o jeito de Alberto Bial, simples, inteligente e com uma atitude de liderança inacreditável.
No penúltimo dia do curso, Bial foi ao palco para despedir-se de todos nós e deu um show. Já desconfiava de ser habilidoso com as palavras, contudo ele superou minhas expectativas. 
Pensemos mais no futuro do basquete que iremos junto na onda de desenvolvimento da modalidade.



Abraço a todos e até o próximo post.

sábado, 23 de junho de 2012

Percepção do treinador - Maestro Magnano

Olá a todos, 

depois de um tempo sem publicar um post devido a falta de internet em casa abro o ano com uma palhinha do "maestro" Ruben Magnano, em abril de 2012, quando fala sobre a percepção que um treinador precisa desenvolver para fazer um bom trabalho. 


Aproveitem a reflexão.

Abc a todos.